terça-feira, novembro 06, 2007

Piaf em ruínas

Só quem conhece Edith Piaf e já leu "As Ruínas", de Scott Smith, sabe o que é escutá-la (mais precisamente "Non, je ne regrette rien") enquanto devora as páginas deste thriller arrepiante!

Neste momento a vida tem um "quê" de fantástica...

2 comentários:

Ana Kabareth disse...

Essa música é linda, a história dessa mulher é linda e poesia é uma dos recusrsos que temos para tingir a vida com uma cor menos mórbida do que o cinza, que insiste em reluzir, mesmo contra nossa vontade.
bjos, Ana.

Ana Kabareth disse...

pô sempre que eu escrevo, sai com um erro ou outro, mal de virginina ansiosa e apressada....esquenta não.
bjos,Ana.