quinta-feira, junho 05, 2008

Hein?

Há pessoas que dizem e acreditam piamente que o "barato" da vida são os sinais e caminhos que ela nos mostra o tempo todo. Basta um mínimo de sensibilidade e - bingo - lá vem ela dizendo: "É melhor por aqui", "Você vai por aí mesmo?", "Que tal desviar por aqui?. E vamos nós fazendo escolhas pelo mundo afora...

Pois esses dias, dois fatos curiosos se deram seguidamente. Fui assistir a uma peça chamada "A Arte de Escutar", na Casa de Cultura Laura Alvim. É a história de uma menina que, desde pequena, ouve mais do que fala. Aprendeu, ao longo dos anos, a escutar histórias diversas, de pessoas conhecidas ou não. Testemunha de seu próprio silêncio, terapeuta involuntária das palavras alheias. O texto propõe uma profunda reflexão sobre o ato ou a prática de ouvir o outro. E faz pensar, caro leitor, ah se faz...

Poucos dias se passaram e a mocinha serelepe, de mente inquieta, tira de sua coleção de leituras incompletas - derivadas de uma "passadinha" de três horas numa livraria qualquer (vide post abaixo) - uma revista antiga, onde há uma matéria sobre um sujeito que cansou-se de falar e resolveu ficar 15 dias mudo, sem nenhum contato verbal com uma alma sequer. O relato desse apirante a monge budista para alguns, louco para outros e normal para mim é tão incrível, que minha vontade foi calar-me imediatamente por tempo indeterminado. Só de pensar me veio um alívio...

Enfim, cheguei até aqui pra dizer que estou meio confusa em relação a esses sinais de silêncio que a vida vem me dando. Das duas uma: ou ela está num momento "do contra", querendo me mostrar que o negócio é ficar calada, numa fase em que ganho a vida falando - para quem não sabe, apresento um programa de rádio e sou locutora de um canal de tv, ou seja, parar de falar neste momento significa que não poderei mais garantir o leite das crianças - ou então quer me dar sinais de que o melhor a fazer - fora dos momentos de batente (ufa!) - é exercitar cada vez mais esse dom que todos temos, mas às vezes - ou quase sempre - esquecemos de colocar em prática: o dom de ouvir.

35 comentários:

maker disse...

dona isabella qd entrei pela primeira vez no seu blog e postei um comentário tive a mesma duvida, vc sabe, a meditação busca esse silêncio, principalmente refrear a inquietude da mente. Fiz o que meu coração mandou e me sinto bem, embora continue a busca de onde havia parado. Tenho uma surpresa legal pra vc, ouça robert happe no endereço abaixo e me diga, com sinceridade. Aguardo seu comentário. um gd bj, e um bom final de semana.
http://somostodosum.ig.com.br/blog/blog.asp?id=9549&onde=2

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Oi Isabella :)
eu tb gosto ficar alguma tempo sem falando nada, mas deve ser dificil pra vc em sua trabalho!
Tb tem tanto gente quem nao ouve nada de o que outras pessoas falar mesmo... eu deteste quando encontro pessoas grossa assim e pode ver nos olhos deles o que eles ficar so pensando em o que eles pode falar depois! Grrrrr!
Amiga vc já recebeu seus filmes?
Beijos

isabella saes disse...

The Brit!!! Já passei no seu blog e agradeci os filmes que recebi hoje!! Muito obrigada pelo carinho. Vou ver todos, com certeza!!

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Oi Isabella!
You're very welcome! It's so great that you received them in time for the weekend :) Enjoy!!
I have already left you a reply to your message in my Blog...
Te desejo uma otimo fim de semana!
Beijos

isabella saes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
isabella saes disse...

Maker, já acessei o link e já assisti toda a entrevista. Gostei muito. O medo que ele tanto cita pode ser comparado à "soma", a droga da alienação em "Admirável Mundo Novo". Falar de amor, ao meu ver, é sempre válido e me parece que Happe conhece bem esse sentimento. Minha única ressalva é sobre as últimas colocações dele, que me fizeram lembrar a proposta de "O Segredo"... Não gosto nada, nada... Fora isso, adorei o comentário do cara que postou a entrevista, sobre "Waking Life". Adoro esse filme e é exatamente como ele disse: pessoas que surgem do nada e largam pensamentos no ar, que fazem a gente parar por alguns minutos para refletir. Adorei! Obrigada e um ótimo fim de semana também.

maker disse...

Estranho, não consegui dormir, vim passear por aqui e dei uma olhada em seu comentário. Reli seu texto, não sei o que dizer, mas sinto uma imensa vontade de me esvaziar de todo conhecimento, sentar-me num canto e ficar desperto e ao mesmo tempo absorvido por essa sensação tão diferente. Sinto uma imensa paz, profunda e sei que não vem de mim, talvez tenhamos sensibilidade para estarmos sintonizados nessa onda mas o que falta? Depois do meu pequeno acidente, coincidentemente, como a pessoa do seu texto, me desliguei de tudo, não havia vínculo com nada, nada mais me importava, no entanto vem essa confusão, ser tudo, ser nada ou estar simplesmente no meio de tudo?
lembrei desse texto -
Não é nada exterior que possa ser jogado fora, está profundamente enraizado em você. Para onde vai? Você pode simplesmente fechar os olhos, isso é tudo; pode simplesmente reprimí-la no incosciente, isso é tudo. Mas ela continua existindo como um verme que vai devorando sua consciência. Ela fica aí e um dia ou outro vem a à tona. O que você pode fazer? Como abandoná-la? Quando você escolhe a dúvida, para onde vai a fé? Ela faz parte de você?! Assim, um acordo acontece: você se torna um amálgama de muitas coisas reunidas de qualquer maneira; não uma síntese, mas um acordo.
(...)
Não é possível viver sem fé e sem dúvida? Não fazer nenhum acordo? Porque esse acordo acaba tornando-se um veneno: as duas coisas são contrárias que toda sua vida torna-se uma contradição e, se a contradição existe, a divisão, a fragmentação está presente; o resultado final é a esquizofrenia. Se você escolher uma e negar a outra, então lhe serão negados os benefícios que podem vir da outra.

A dúvida lhe dá proteção contra a exploração, a fé lhe dá a certeza - abandone uma delas e seus benefícios também desaparecerão. Se você escolher as duas, estará montando em dois cavalos. Se você fizer um acordo, criará uma divisão em seu interior - será dois, tornar-se-á uma multidão. Então, o que fazer?

isabella saes disse...

O que fazer? Essa é a pergunta que todos nos fazemos. E, segundo o personagem do meu texto, ficar mudo por 15 dias ajudou muito a responder quase todas as perguntas. Quase todas, veja bem... Ser tudo, ser nada ou estar simplesmente no meio de tudo? Boas perguntas, que eu também não ser responder. Mas, o que seria de nós se parássemos de perguntar e se tivéssemos respostas para todas as perguntas? Algo me diz que a vida perderia toda a sua graça...

maker disse...

Querida Isabella, só vc mesma pra ficar "perdendo tempo" comigo e ao mesmo tempo, que bom, fico agradecido que o faça, na verdade me sinto como o Norman de Ghost World esperando o onibus. Tenho muita esperança no que virá. Um gd bj pra vc, tudo de bom.

isabella saes disse...

Não é incômodo nenhum... Uma troca de idéias interessante nunca é perda de tempo.

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Oi Isabella!!
De nada amiga - sou feliz o que vc gostei!
Que legal vc já assistiu 3! eu concorda com vc: o doc do John Lennon e muito bom mesmo, muito interesante - vc tb assistiu os extras? tem partes la o que nao pode ser mostrado no cinema...
e Sherrybaby realmente e bom! Maggie Gyllenhall agora e uma do meus atrizes favorito, acho a performance dela foi show! Que pena o que esse filme ainda nao foi lançado aqui em Brasil!
e The Mist e meio trash sim! me lembrar aqueles filmes de "B" dos anos 50 e 60! rsrs, eu gosto o diretor Frank Darabont (quem fiz The Shawshank Redemption e The Green Mile)
Que idea Otimo essa ranking! eu aguarde sua proximo post :)
e uma otimo semana pra vc tb!
Ahh sim, eu vi "Atonement" em Dvd! mais uma dica de vc! achei um filme otimo, lindo! agora e uma dos meus favoritos...
Beijos

Murilo Ribeiro disse...

Outro dia, alguém que queria encher minha bola me disse que eu "tenho escuta durante as entrevistas". Na hora eu fiquei agradecido, mas, depois, fiquei pensando se essa não deveria ser uma obrigação de todos nós, jornalistas, que nos colocamos no papel de entrevistadores diariamente. E, mais uma vez, saquei que em tempos de falatório egocêntrico exacerbado, escutar e ouvir são habilidades cada vez mais raras mesmo. E, como as plantas raras, merecem ser cultivadas...
Mas com uma voz linda dessas, você tem passe-livre pra falar bastante, viu?
Bj, Bella!

isabella saes disse...

Falatório egocêntrico exacerbado... Falou tudo, Murilo! Vc sabe que na nossa área é o que mais existe. Conhecemos algumas peças dessas, né... Obrigada por me deixar falar. Haha... Confesso que nos últimos tempos, só tem sido o essencial mesmo. E como isso tem me deixado feliz!

The Brit! Ontem vi pela segunda vez o "Once". Que filme!!! Thank you, my friend! Estou economizando um bom dinheiro nas locadoras... Haha! "Atonment"é muito bom, quero ler o livro agora. Já viu "Before devil knows you're dead"? Vale a pena!!! Sidney Lumet em boa forma!!!

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Oi Isabella!
Que legal! "Once" e filmaço mesmo!!
eu já vi algumas vezes agora rsrs
Eu tb quero ler o livro de Atonement, essa historia e tao emocionante, triste... como uma coisa pode mudar as vidas das pessoas para sempre!
e eu quero ver esse "Before the devil knows you're dead" tb! eu gosto muito o Philip Seymour Hoffman e os filmes de tipo "Independente" o que ele faz! na verdade sou muito fa do filmes independente.
Ahh eu ouvi sua mensagem pra mim ontem em o Blush! muito obrigado mesmo! foi uma surpresa otimo! Muito obrigado pelo carinho amiga!!
Bjs

isabella saes disse...

Veja logo o "Before..." e depois me fale o que achou!! E agora eu vou tirar uma onda. Eu entrevistei o Phillip Seymour Hoffman em Cannes. O cara é muito simpático e muito inteligente tb!!!

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Wow Isabella!
You certainly have interviewed so many wonderful people!
It must be fantastic to be in your position and doing a job that you really do love! Was it at the time of "Capote" that you interviewed him?
Cannes is a truly beautiful place eh?! I travelled to the Cote D'Azur in 1996 and simply loved it! Everything is so glamourous there.
I will be going to the cinema this Saturday to see "Before the devil..." So I will let you know... I really want to see this film!!
Incidentally, Philip Seymour Hoffman is also in that film that I sent to you: "Charlie Wilson's War" (along with Tom Hanks and Julia Roberts) and of course, as usual, he is wonderful in his role!
Speak to you soon amiga!

isabella saes disse...

Hi, The Brit! It was not for "Capote" i intervewed Phillip Seymour Hoffman. It was for "Punch Drunk Love", a film with Adam Sandler in the main role. I remember i didin't like the film very much, but the intervew was cool!! People say that even in "Mission Impossible" he is nice... I haven't seen... Talk to you later!

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Hi Isabella,
Yes I saw "Punch Drunk Love" and also didn't like it very much (probably because of Adam Sandler who I think should stick to doing comedies) and usually I love Paul Thomas Anderson's work, especially "Magnolia"!
Philip Seymour Hoffman is very good in Mission Impossible 3! and plays the perfect villain, just as he did in The Talented Mr.Ripley - I remember when I first saw that and really hated his character, a truly wonderful character actor!
talk to you soon amiga!
P.S: Wonderful show today with Jorge Vercilo!! :)

isabella saes disse...

I've interviewed Paul Thomas Andreson also. He is veeeeerrrryyyyy crazy, man! Talk to you soon.

maker disse...

...e no próprio comum, o extraordinário está escondido. Mas você tem de abordá-lo pelo comum. O ordinário é a porta para o extraordinário.

queria que ficasse com esse pensamento-um bj bom final de semana.

Marco disse...

Olá, Isa, a Bela
Seu post procede. Eu tenho meus momentos eemita e gosto de ficar com meus silêncios. Já fiquei um dia inteirinho entocado dentro de casa sem produzir um único som. E, olha, não é ruim, não. Acho que na minha velhice terei outros acessos de silêncio como estes...
Bom final de semana. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Sonia Regly disse...

Cheguei até aqui através do Espartilho e gostei muito do seu Espaço.Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras.Sua presença será uma honra!!!!

Chris disse...

Isabela, veja o presentinho que preparei para vc em: http://espartilho.wordpress.com/2008/06/15/selo-this-blog-makes-me-think/

isabella saes disse...

Chris!!! Obrigada pela indicação e pelo carinho, querida! Tentei procurar na internet mais informações sobre esse selo, mas não achei!! O que é exatamente o "this blog makes me think?" Beijos e suuuuper obrigada, Isabella.

isabella saes disse...

Oi, Sonia! Vou te visitar sim! Obrigada e seja sempre bem-vinda por aqui, Isabella.

Chris disse...

Isa,
Funciona assim, normalmente quando você recebe um selo vc "posta/publica" ele destacando quem te presenteou (com um link para o blog de quem te indicou) e se quiser indica outros blogs que vc acredita se enquadrar naquele selo, entende?
Bjinhos!!!

Manoela disse...

Bellaa!!!
Finalmente passei aqui!! Adorei seus textos!! :)
Bom, de minha parte digo que se vc parar de falar, minha vida certamente ficará mais triste. Mesmo sem as voltas diárias pensando no melhor cardápio para a noite ou tentando entender o fuso-horário da Europa!
Gosto muito do que vc fala! E não estou me referindo a parte que eu escrevo.. :)))

Vou voltar aqui sempre!!
Beijoo
Manu

Sonia Regly disse...

Isabella,
Amei sua visita, ela me trouxe muita alegria.Posso linkar seu Blog???
Apareça sempre que puder, ok??

isabella saes disse...

Marco, querido! Pois eu estou louca para ter um momento desses de silêncio. Acho que será nas férias. Meu marido não vai ouvir uma palavra sequer!! Será que vou encarar o desafio?

Chris, agora entendi. Vou postar!! Obrigada mais uma vez.

Sonia, é claro que vc pode linkar meu blog!!

Manu, minha pupila querida! Passe sempre aqui, você é mais do que bem-vinda. E não é que eu tô com muita saudade dos nossos papos gastronômicos?! Hehe... Obrigada pelo carinho e pela visita!!

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Hi Isabella!
On Saturday I went to the cinema to see the film that you indicated to me:
"Before The Devil Knows You're Dead"
I thought it was a very intelligent film, the editing was really smart, the direction tight, the story was great and once more Philip Seymour Hoffman stole the film with his acting!
Thanks for the tip amiga, speak to you soon!

Have you seen Mike Leigh's "Career Girls" (1997)?:
http://www.imdb.com/title/tt0118818/

isabella saes disse...

Que bom que vc gostou!! Não,ainda não vi esse filme que vc indicou, vou alugar! Tentei ver o Charlie Wilson's War, mas acho que vou ter que ver com legendas em português. A trama é muito complicada para entender com as legendas em inglês... Mas me pareceu um bom filme, com boas atuações.

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Oi Isabella,
sim aquele Charlie Wilson's War e muito bom! - que pena vc não pode assistir, ja tentei com as legendas em Espanhol?
Normalmente eu nao gosto essas tipos de filmes onde os americanos e mostrado como "os poderosos" mas eu comprei por os atores mesmo.
"Career Girls" não e disponivel em Dvd aqui em Brasil, mas eu tenho em Região 2... e um filme otimo e raro do Mike Leigh, eu vou adicionar ele em um novo lista de Dvd's para fazer pra vc!

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Oi Isabella,
Tudo bem amiga? ontem e vi um outro novo filme com Philip Seymour Hoffman em Dvd, com Laura Linney tb, chamado "The Savages" (A Familia Savage) e um filme otimo (Drama/Comedy) sobre familia, Irmaos e relacionamentos... os 2 atores e otimo! eu acho vc vai gostar muito!
Isso e meu dica de semana! rsrs

isabella saes disse...

Dica anotada!!! Passou no cinema há pouco tempo... Obrigada!!!

Anônimo disse...

Belzinha, não fica sem falar, não! Já chega a noite inteira que vc fica dormindo e, portanto, não fala!!! Eu não consigo imaginar vc passando 15 dias calada!!! Que tristeza! Por mais inquieta que seja a sua mente, falar faz bem, meu amor. No máximo, umas horinhas de silêncio no escuro do seu quarto e... pronto! Volte a ser a Belzinha que tem um papo gostoso, histórias legais prá contar e, portanto, que faz a alegria de quem está perto de vc.
Beijinhos da tia Sonia