sexta-feira, outubro 03, 2008

Apertando o botão


A máquina era daquelas bem antigas, saía até uma pequena fumaça do canto. No visor, apenas duas opções: o botão vermelho "com emoção" e o amarelo "sem emoção". Não havia tempo para pensar, o avião decolaria em meia hora, e fizemos nossa escolha baseados na intuição.

xxx

Não houve muito planejamento de nossa parte para ir à China, fora a compra das passagens, a reserva num hotel - de cadeia americana, pois fomos aconselhados por todos os guias impressos a não cair nas garras de uma hospedagem tipicamente chinesa, principalmente pela falta de higiene e ausência de toda e qualquer comunicação em inglês - e três leituras diferentes sobre o país em questão (no fim do texto, você encontra os títulos e seus autores). Partimos para o Oriente com a curiosidade de um bebê recém-nascido, que tudo quer olhar, pegar, cheirar e colocar na boca. Bingo! A cada esquina, um convite a admirar, aproximar o nariz, passar as mãos e sentir o gosto. E que gosto! Nada nos fará esquecer do frango com cogumelos do "Haka Town Restaurant", o mais "roots" de todos!  Mas isso é assunto para um outro post... 

Foram trinta horas de viagem até Pequim, uma jornada que já desafia o corpo de cara, e prova que aquele dia, em que tivemos aquele problema, e nos sentimos do avesso, não foi nada perto de tamanha agressão física. Portanto, meu amigo, se você pretende ir para o outro lado do mundo, abra a sua viagem. Pare no meio do caminho, onde quer que seja a sua escala. Pesquise, leia, arrume algo para fazer durante uns dois dias e, aí sim, siga o seu caminho. Foi, sem sombra de dúvida, a viagem mais marcante da nossa vida. Digo "nossa" porque estava acompanhada de um ser tão aventureiro quanto eu, no melhor sentido da palavra: o maridão. A China é um país intenso e cheio de contrastes. Nos próximos posts vou tentar traduzir em palavras tudo o que vivemos nesses dias de fuso trocado, com esse povo que sorri a cada minuto.

Bom, depois desse breve texto, já dá pra saber qual foi o botão que a intuição nos fez apertar, né?! Como dizem os chineses, "xie xie" (obrigada!) pela visita e volte logo para conferir os capítulos de nossa saga pela China, com muita emoção - pode apostar!

xxx

Bibliografia: "Laowai", Sonia Bridi; "O que os chineses não comem", Xinran; "Um Brasileiro na China", Gilberto Scofield Jr. Leituras imperdíveis pra quem quer saber mais sobre a China!

10 comentários:

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Oi Isabella!
Que inicio otimo amiga!
Lendo sua texto eu já pode sente algumas cheiros exoticas da China! e eu só pode imaginar o "jet-lag" o que vcs sofriu quando vcs chegou la!
To aguardando mais historias de vc! e tb quero saber de qual tipos de comida esquisito vcs experimentou la!! :)
Beijos!

Suellen Analia disse...

Oi, Isabella!
Com esse primeiro post, já imagino como foi sua viagem!
Com muita emoção e é claro, aquele frio na barriga...!!!
Estou aguardando pelos próximos!

Um beijão pra você!

Selma disse...

isabela sarmento!!!, como diz jorge rebello eheheh De volta, blogueira, e com mta história pra contar, pelo visto!! Eyes wide open pra ler os próximos capítulos de sua sino-saga! bjs grandes, ;)

Murilo Ribeiro disse...

Uhuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!
Bella, que bom te ler de novo! Estou ansioso pra ler as suas aventuras em Beijim...! Imagino os micos que não deve ter pago...rs!
Bjs!

juca cavalcante disse...

OLÁ ISABELLA!EU JÁ ESTOU PENSANDO EM PRA CHINA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL, EMBORA EU ACHE MELHOR PASSAR ESSA CRISE AMERICANA.
AQUELES PÉS DA FOTO SÃO SEUS?
juca cavalcante

isabella saes disse...

Selma!!!! Querida, quanto tempo!! E que bom que vc passou por aqui! Escreva-me um e-mail me contando de vc!! Saudades...

Murilo e Juca, aguardem os próximos posts. Tá demorando, mas tá chegando!!!

Gabriel Cavalcanti da Fonseca disse...

Bom voltar a ler aqui :)
Ansioso pelos detalhes das histórias na sua prosa.

Bjo

® ♫ The Brit ♪ ® disse...

Hi Isabella,
Have a look at my new Blog post... you have been mentioned there!
And now you're curious, ne?! rsrs
Beijos!

Marco disse...

Caraco! Você foi pra China! Caraco de novo!
Agora é que eu vou dizer sobre você: "vai ser bonita assim na China!"
Ah, vou querer saber direitinho essa história. Prepare aí muitos posts. Conte-me tudo, não esconda nada.
Vem cá... Existe alguma coisa que os chineses NÃO comem? Se lá, mexeu, eles metem os dentes...
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

isabella saes disse...

Hahaha... Marco, vc é uma figuraça. Vai ser figura assim na China!! Pois é, fui pro outro lado do mundo e não voltei de olhos puxados. Mas chgeui cheia de história pra contar. Aguarde, querido!!! Tá demorando, mas tá chegando. Quanto à sua pergunta, acho que não existe algo que eles não comam. pelo menos, não descobri. Beijos.